Maturidade social, a atitude construída através da experiência!

De acordo com um estudo conduzido pelo MIT Center for Digital Business sabe-se que as empresas que são bem sucedidas em transformar o seu negócio através da utilização dos meios digitais, demonstram ter uma performance financeira superior do que os seus pares.

Ler mais

Os mitos e a importância da análise Conjoint

A Conjoint Analysis é um método de análise estatística com importância crescente no suporte a decisões de estratégias ‘go to market’. Para ser útil há que conhecer se responde às expectativas dos seus utilizadores.

Ler mais

Fórmula A1

Depois de “Um outro campeonato da segunda circular”, voltamos a olhar para as gasolineiras, mas desta vez na A1.

A A1 é uma das vias centrais do país e uma das que maior tráfego tem diariamente. Segundo o IMT, só em Março de 2017 são vários os sublanços com um tráfego médio diário a rondar as 100 mil viaturas.

No que diz respeito às gasolineiras, existem 6 zonas com estações de serviço para os três operadores: BP em Santarém e na Mealhada, Galp em Aveiras e Pombal, e a Repsol em Leiria e Antuã.

Quem está na Pole-Position?

Para o período de Abril a Junho (Q2.2017), foi avaliada uma amostra de dados TomTom de tráfego nas gasolineiras de cerca de 89 mil viaturas.

Neste período, a quota de tráfego nas gasolineiras divide-se da seguinte forma:

  • Aveiras, 20.4%
  • Santarém, 19.3%
  • Antuã, 18.9%
  • Mealhada, 16.6%
  • Pombal, 16.0%
  • Leiria, 8.8%

Isto significa que a quota de tráfego por operador é:

  • Galp, 36.4%
  • BP, 35.8%
  • Repsol, 27.7%

Que localização leva mais condutores às Boxes?

Mas a análise da quota de tráfego não pode ser dissociada do volume de tráfego uma vez que este não é igual em todos os sublanços. Que localização “converte” mais tráfego da A1?

As estações de serviço de Pombal e Mealhada conseguem levar à estação de serviço 10% do tráfego que passa por elas na A1.

Segue-se Santarém a “desviar” 9% do tráfego que passa na sua zona, assim como Antuã e Aveiras que conseguem 8% do tráfego da sua zona.

Finalmente, a estação de Leiria apenas consegue “mudar a direcção” a 5% do tráfego da A1 na sua zona.

As estações de serviço têm o mesmo comportamento nas duas voltas da corrida?

Tanto no sentido Norte-Sul como Sul-Norte não existem diferenças significativas no tráfego em Santarém, Pombal, Mealhada ou Antuã. Qualquer destas mantém os mesmos níveis de tráfego nos dois sentidos.

Porém, tanto para Aveiras como para Leiria a realidade é diferente! Para estas, o sentido Sul-Norte é o que apresenta melhor performance! Aveiras consegue mais 44% de tráfego no sentido Sul-Norte do que no sentido Norte-Sul, enquanto Leiria consegue no mesmo sentido Sul-Norte, mais 70% de tráfego.

Este fenómeno transforma a estação de Aveiras Sul-Norte na melhor estação de serviço da A1, e a estação de serviço de Leiria Norte-Sul na pior em termos de quota de tráfego.

Localização é performance!

Nesta publicação e no “Um outro campeonato da segunda circular” olhámos para as gasolineiras.

E no seu caso? A localização também pode ser um factor de performance? E a localização da concorrência?

As próximas publicações serão dedicadas a outros sectores. Gostava que fosse o seu? Se sim, faça uma sugestão.

Retrato Digital das PME Portuguesas

A PSE realizou o 1º Retrato Digital das PME portuguesas, tendo apresentado os resultados no seminário ‘A sua PME está ON?’ realizado em parceria com o IAPMEI no passado dia 4 de Julho. Conheça os resultados

Ler mais

Um outro campeonato da segunda circular

Quem conhece Lisboa sabe que a segunda circular é uma eixo fundamental na rede viária da capital. O tráfego automóvel é intenso ao ponto do abastecimento ser garantido por 6 estações de serviço em 3 áreas – Pela Galp na zona do Ralis e pela Repsol em duas outras na zona do Radar do Aeroporto e na zona da Luz-Fonte Nova.

Que marca ganha neste campeonato da localização?

Do tráfego que acedeu às estações de serviço:

  • A Galp tem uma quota de 26%,
  • A Repsol na zona do Radar do Aeroporto tem uma quota de 51%.

Existem comportamentos diferentes ao longo do dia?

  • A Galp tem 81% do seu tráfego nos períodos das 7 às 11h e das 16 às 20h;
  • No mesmo período, a Repsol na zona da Luz-Fonte Nova tem 92% do seu tráfego;
  • Já as estações no Radar do Aeroporto (Repsol) no mesmo período horário têm apenas 52% do seu tráfego. Esta zona (Radar do Aeroporto) tem uma maior dispersão de tráfego ao longo do dia em oposição às estações que estão no início e no fim da segunda circular.

Existem outras conclusões interessantes para os períodos das 7 às 11h e das 16 às 20h?

  • Nestes períodos a Galp sobe a sua quota em 5 pontos percentuais para 31%;
  • Ao final do dia (16-20h) a Galp sobe o seu tráfego em 21% quando comparado com o período da manhã (7-11h).

E como pode a Galp aumentar tráfego à tarde e manter a mesma quota em ambos os períodos?

  • Porque existe um trade-off entre o Radar do Aeroporto e a zona da Luz-Fonte Nova, ambas da Repsol!
  • No período da manhã o tráfego na estação de serviço do Radar do Aeroporto é “canibalizado” pela estação da Luz-Fonte Nova – a quota da primeira desce para 35%, enquanto a quota na Luz-Fonte Nova sobe para 34%. À tarde dá-se o movimento inverso (subindo o Radar do Aeroporto para 42% e descendo a Luz-Fonte Nova para 27%).

Conclusão:

Numa distribuição equitativa cada zona teria uma quota de 1/3.

A Galp (com uma única e a segunda melhor zona) pode dizer que está alinhada com estes valores se falarmos nas horas de ponta! Seja à entrada ou à saída de Lisboa, os números de tráfego dizem que os seus valores não se afastam significativamente do ponto de vista estatístico de 1/3 do mercado da segunda circular.

Já a Repsol tem outros dados para pensar – se é verdade que lidera (com duas zonas) e que tem uma super-localização (o Radar do Aeroporto), também não deixa de ser pertinente a “canibalização” provocada pela estação da zona da Luz no período da manhã (que não afecta a performance da Galp).

Como será no resto do país? E no seu caso?

 

Fonte de Dados:

- TomTom Global Content B.V.

- Intervalo de Dados: Dias úteis entre o dia 01-04-2017 e o dia 31-05-2017 / Franjas horárias 07:00 – 11:00; 16:00 – 20:00; e 00:00 – 23:59

- Objeto: Vias de Acesso às Estações de Serviço da Galp na zona dos Ralis, Repsol na Zona do Radar do Aeroporto e zona da Luz-Fonte Nova

Autoria:

Uma análise da responsabilidade da PSE- Produtos e Serviços de Estatística Lda (2017).

A PSE comercializa os dados e estatísticas de tráfego TomTom Global Content B.V. desde 2017 no âmbito do acordo de parceria comercial com a Municipia SA.”